18 de maio de 2009

1° Mito: "Escrever é um dom que poucas pessoas têm"







Expressões do tipo
"Eu não tenho o dom da escrita" "Não fui escolhido" "Não recebi esse talento quando nasci" são muito comuns entre os alunos quando se veem sem ideias diante da página em branco.

Pode-se dizer que a escrita é uma construção social, pois sempre precisamos do outro para começar e continuar escrevendo.

Um fator determinante do nosso grau de familiaridade com a escrita seria a forma que aprendemos a escrever, que valor o texto escrito tem para nós e para a esfera social em que circulamos, a intensidade de leituras que fizemos ao longo da vida e a frequência com que produzimos textos. Sendo assim, esses detalhes funcionam como uma fórmula para os que desejam amadurecer a escrita e melhorar o desempenho em relação aos textos produzidos.

Embora seja tão polêmica, a questão do dom pode ser atribuída aos grandes escritores da literatura, mas, mesmo assim, sabe-se que todos eles só se revelaram escritores após um grande processo de aprendizagem e uma convivência intensiva com a escrita. Não há notícias de que alguém nasceu escritor e o processo que faz de alguém um célebre ainda é enigmático.

O importante é compreender que todos podemos chegar a produzir excelentes textos e que isso não é uma dádiva especial dos céus, mas o fruto do esforço daqueles que pretendem amadurecer nesse sentido. Pessoalmente, tive vários traumas referentes à produção textual, mas a cada dia tento passar por cima de tais obstáculos. Fica então a dica sobre o primeiro mito sobre a escrita!




Fonte:
GARCEZ, L. H. C. Técnica de redação: o que é preciso saber para bem escrever. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

12 comentários:

GABRIEL, gustavo disse...

Como disse uma vez uma querida minha:

"Esperar que todo mundo tenha o dom que quer é coisa de preguiçoso, ô preguiçoso"

Se aplica.

farofeiro disse...

bom, eu diria q escrever BEM é q é o problema... rsrsr

brigado pelo link ae :)

Rita disse...

Escrever, antes de tudo, é um exercício.

Seu blog é muito fofo, Debbie!
;)

Rita disse...

Desculpe o erro no seu nome, Debby!

:p

Debby disse...

As pessoas me chama dos dois jeitos, Rita, haha!
=p
Chame como quiser;)

Mimi disse...

É por isso q eu insisto com o blog, mas tem vezes que até descrever o meu dia fica difícil, rs.

Debby disse...

Que bom, Mimi é um ótimo exercício. Eu gosto da forma como vc escreve ^^

;*

Rita disse...

Debby, obrigada pelos links aqui no seu blog!

Ah! E pela visita que me fez lá.
Mas tem resposta lá, ok?
;)

Valeu!

Bjks!

Debby disse...

Oba!
Tá bem x)

Nathi disse...

Praticar mesmo descentemente não estou, mas aos trancos e barrancos eu vou escrevendo sempre, no blog, depos, recados em bilhetinhos, coisas básicas do dia-a-dia!

Escrever é com certeza um exercício de prazer!

;)

Debby disse...

Nathy, não importa o gênero que vc mais escreve, a prática é válida ^^
As postagens no blog são um ótimo exercício textual!

Bjoks

Pensamentos soltos traduzidos em palavras disse...

Estou seguindo, siga-me por favor?!
mt bom seu blog. parabéns!

21 dias com Elizabeth Elliot: Nada é meu (19)

 "If we hold tightly to anything given to us unwilling to allow it to be used as the Giver means it to be used we stunt the growth of...

•top sabores•