6 de outubro de 2009

T A X I T R A M A S


Quem melhor do que um taxista para observar o cotidiano? Assim é o livro TAXITRAMAS, do taxicronista Mauro Castro. Encontrei o seu blog (que leva o mesmo nome do livro) numa busca pela internet e fiquei impressionada com a grandiosidade das suas crônicas. Tive a maravilhosa oportunidade de adquirir um exemplar autografado e caricaturado - sim, ele também desenha!- fato esse que só veio comprovar o talento deste grande artista.A leitura do livro flui muito rápida e terminei de ler em poucos menos de uma hora.Além de circular entre bandeiras 1 e 2, ele tem um espaço merecido no jornal Diário Gaúcho, onde atua como colaborador.Para quem interessar, entre em contato com o Mauro via e-mail. Essa leitura é imperdível e muito saborosa!A seguir, uma entrevista dada por ele a um jornal local do RS:


2 comentários:

Mauro Castro disse...

Valeu, Debby! Obrigado pelas palavras amigas, guria.
Há braços!!

Nathi disse...

Porque toda profissão tem uma arte!Toda arte tem cotidiano!
E o cotidiano é uma arte!

:)

21 dias com Elizabeth Elliot: Nada é meu (19)

 "If we hold tightly to anything given to us unwilling to allow it to be used as the Giver means it to be used we stunt the growth of...

•top sabores•