14 de dezembro de 2009

Tapeceiro


Tapeceiro, grande artista,
Vai fazendo seu trabalho
Incansável, paciente no seu tear
Tapeceiro, não se engana
Sabe o fim desde o começo,
Traça voltas, mil desvios sem perder o fio
Minha vida é obra de tapeçaria,
É tecida de cores alegres e vivas,
Que fazem contraste no meio das cores
Nubladas e tristes
Se você olha do avesso,
Nem imagina o desfecho


No fim das contas, tudo se explica,
Tudo se encaixa, tudo coopera pro meu bem

Quando se vê pelo lado certo,
Muda-se logo a expressão do rosto,
Obra de arte para Honra e Glória do Tapeceiro


Minha vida é obra de tapeçaria,
É tecida de cores alegres e vivas,


Que fazem contraste no meio das cores
Nubladas e tristes



Se você olha do avesso,

Nem imagina o desfecho
No fim das contas, tudo se explica,
Tudo se encaixa, tudo coopera pro meu bem
Quando se vê pelo lado certo,
Todas as cores da minha vida
Dignificam a Jesus Cristo, o Tapeceiro

(Composição: Stênio Március)

2 comentários:

Nathi disse...

Ah, que maravilhosa poesia!

Obra de Tapeceiro perfeito, Aquele que sabe o final desde o início e não nos convém questionar!

Brilhante!
Beijo*

Mauro Castro disse...

Texto inspirado, Debby.
Há braços!!

Good People (Spoiller Alert!), de David Foster Wallace

Leia o texto a seguir e somente após ter feito isso, volte e leia a análise: GOOD PEOPLE Two young Christians and an unwanted pregna...

•top sabores•