26 de abril de 2011

Das pessoas e as caixas...


"Sofro por causa do meu espírito de colecionador-arqueólogo.
Quero pôr o bonito numa caixa com chave
para abrir de vez em quando e olhar."
(Adélia Prado)

 
Somos como aquelas caixas, objetos que usamos para guardar coisas; compartimentados, separados por categorias distintas.  Em algum lugar situam-se as boas lembranças; suspeito que fiquem na superfície, pra facilitar o acesso: pessoas que passaram por nós e suas marcas, mais fixas e permanentes do que pegadas na areia e tatuagens; cheiros que insistem em voltar, mesmo quando o frasco do perfume esvaziou; imagens que são projetadas a cada exaustivamente quando a memória aperta o play; sons que fazem a playlist da sua vida; sabores como o inconfundível bolo de laranja e o segredo tumular do tempero que ela colocava no bife acebolado.


O que fazemos com as lembranças ruins? Depende de cada caixa. Algumas preferem se amontoar de rancores, dissabores, melancolias. Quando abrimos essas caixas, sentimentos uma enorme inclinação de limpá-la, livrá-la desse peso desnecessário. Há também as caixas lacradas com voltas e voltas de fitas da resistência e o grande paradoxo é que por fora está escrito em letras garrafais:  CUIDADO, FRÁGIL! Essa nos surpreende pelo conteúdo. São admiráveis. Aparentemente  resistentes por fora, sensibilidade por dentro.
  

O tipo de caixa que somos ou poderemos ser depende do que resolvemos fazer com as coisas que guardamos lá... Se boas lembranças, amarre um laço de fita; se ruins desfaça-se, no lixo do esquecimento; se lacradas, se permita revelar a quem gostaria de saber o que tem lá dentro...


*Fonte das imagens: http://vi.sualize.us/popular/


Um comentário:

Mme. S. disse...

Minha flor, você estava certa! Entrando pelo mozila deu tudo certo! E eu tava com dificuldade em outros blogs também e achando que poderia ser problema no meu computador. Mas é só essas porqueiras de browsers mesmo...

cheiro, S.

21 dias com Elizabeth Elliot: Nada é meu (19)

 "If we hold tightly to anything given to us unwilling to allow it to be used as the Giver means it to be used we stunt the growth of...

•top sabores•