8 de julho de 2009

6° Mito: " Escrever é um ato autônomo, desvinculado das práticas sociais"


Todo e qualquer ato da escrita faz parte das práticas sociais. Anteriormente vimos que a nossa civilização ocidental é regida pela escrita."Pela escrita estamos atuando no mundo, estamos nos relacionando com os outros e nos constituindo como autores, como sujeitos de uma voz."(GARCEZ, 2001).


Ao produzir textos, reorganizamos o pensamento e o nosso interior. Ao escrever  descobrimos quem somos, o que pensamos, o que queremos e em que acreditamos.

Saber escrever é ser capaz de compartilhar práticas sociais nas mais variadas situações. Para cada situação, desejo, objetivo e necessidade existe um gênero textual adequado.O produtor de texto precisa ter a sensibilidade para saber "quando cada um deles é adequado, em que momento e de que modo deve utilizá-lo."
Uma monografia é um gênero próprio da academia, um trabalho de conclusão de curso e jamais serviria como orientação para fazer compras no supermercado.



"Para quem gosta de 'dicas'

É IMPRESCINDÍVEL:
  • ESCREVER TODOS OS DIAS. ANOTAÇÕES DE AULA, DIÁRIO, RESUMOS DE LEITURAS, TEXTOS COM SUAS OPINIÕES ACERCA DE ACONTECIMENTOS, CARTAS, BILHETES, PROJETOS...
  • ACREDITAR QUE VOCÊ PODE ESCREVER BEM, ESTÁ MELHORANDO E QUE VAI CHEGAR LÁ IMPULSIONA O APERFEIÇOAMENTO.
  • SER AUTOMOTIVADO, DEIXAR A PREGUIÇA DE LADO E SE ESFORÇAR.
  • QUERER SABER MUITO MAIS, IR MAIS PROFUNDAMENTE ÀS QUESTÕES. NÃO SE PODE FICAR SATISFEITO COM 'DICAS' ISOLADAS E FRAGMENTADAS.
  • CONSIDERAR A ESCRITA COMO UMA HABILIDADE IMPORTANTE PARA O NOSSO SUCESSO PROFISSIONAL.
  • RECONHECER QUE PELA ESCRITA PARTICIPAMOS MAIS DO MUNDO.
  • LER MUITO, LER DIVERSOS TIPOS DE TEXTO, LER MELHOR A CADA DIA."
E não esqueça:

As palavras têm sabor!
Fonte: GARCEZ, L. H. do Carmo. Técnica de redação: o que é preciso saber para bem escrever. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

4 comentários:

Nathi disse...

Tenho escrito mais constantemente.
E fique feliz pois a senhorita tem participação nessa minha mudança!

Obrigada por todas as dicas até agora!
São muuito úteis!

Beijinhos* Nathi

Ps:Estou com saudades dos contos que costumavas contar.

Mauro Castro disse...

Vou anotar essas dicas...
Há braços!!

Mimi disse...

Humm, que diquinhas legais! =*

Alexandre disse...

A infinita diversidade da realidade única nos obriga à análise das condições epistemológicas e cognitivas exigidas. Tendo em vista a extrema limitação dos meios empregados (como Husserl advertiu), o fenômeno da compulsão da repetição auxilia a preparação e a composição da fundamentação metafísica das representações. Assim mesmo, a teoria de Fliess exige a precisão e a definição do sistema de conhecimento geral.

No entanto, não podemos esquecer que o novo modelo estruturalista aqui preconizado cumpre um papel essencial na formulação das posturas dos filósofos divergentes com relação às atribuições conceituais. Do mesmo modo, a indeterminação contínua de distintas formas de fenômeno garante a contribuição de um grupo importante na determinação das novas teorias propostas. A prática cotidiana prova que a consolidação das estruturas psico-lógicas reduziria a importância dos paradigmas filosóficos. Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que o conceito de diáthesis e os princípios fundamentais de rhytmos e arrythmiston facilita a criação do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades lógico-estruturais.

Como Deleuze eloquentemente mostrou, o início da atividade geral de formação de conceitos é consequência de uma abordagem dogmática a respeito das direções preferenciais no sentido do progresso filosófico. Acabei de provar que o desafiador cenário globalizado criaria um conflito no interior de uma metafísica da presença? Cabe ao leitor julgar. Se estivesse vivo, Foucault diria que o nominalismo enquanto princípio teórico acarreta um processo de reformulação e modernização do processo de comunicação como um todo. Pretendo demonstrar que a expansão dos mercados mundiais pode nos levar a considerar a reestruturação das coisas e o melhor dos mundos possíveis.

Good People (Spoiller Alert!), de David Foster Wallace

Leia o texto a seguir e somente após ter feito isso, volte e leia a análise: GOOD PEOPLE Two young Christians and an unwanted pregna...

•top sabores•