4 de julho de 2011

Tato.

 A seguir um trecho da belíssima canção Minha Casa, de  Zeca Baleiro...




Quero no escuro, como um cego tatear estrelas distraídas






*Imagem

3 comentários:

Mylena Oliveira disse...

Obaaa!!! Já gostei!!!

"Não que ser estanque como quem constrói estradas e não anda..."

Marcela Ohana disse...

oiii,
então, a fernanda do "iris negra" é baseada em mim tambem, mas é diferente da fernanda do meu blog, é pq o daniel usou o meu pseudonimo para representar, pq ele sabe que eu gosto do nome, as personagens são baseadas em mim, mas são pessoas diferentes...

o nome que foi usado para ambas, obrigada pela visita! volte sempre, espero que goste!

beijossss

Rita Ribeiro disse...

Adorei, viu, Débora!
Bjks!

A Gênese da criatividade

Criatividade (Silvestre Kuhlmann) Deus é o regente de todos os sons, O troar, ribombar, os tons e semitons, O murmúrio dos rios, fa...

•top sabores•