9 de dezembro de 2012

Palavrantiga tão atual...

Mês passado tive a oportunidade de conhecer pessoalmente a banda Palavrantiga. O propósito do post não é falar a trajetória deles, comentar sobre os cds, etc, mas focar nas sensações e genialidades de algumas letras que curto bastante.





Vamos ao show? Sempre que posso e tenho a oportunidade, dou um jeitinho de pegar a setlist das bandas e cantores que gosto. A maioria que tenho são de shows que eu fui, mas também tenho outras que amigos pegaram em apresentações que não pude participar. Farei umas postagens no blog falando de cada uma. A do Palavrantiga eu consegui com o produtor da banda e na hora do pedido ele me olhou achando estranho o meu hábito, hahaha. Além da lista das músicas, ainda peguei assinaturas em meu cd, além de ter ficado bastante satisfeita com a qualidade musical da banda.




Detalhe para a dedicatória do vocalista Marcos Almeida: "Débora, alegria sempre!"


O novo trabalho da banda está bem interessante e com uma veia filosófica bem agradável de ouvir. A maioria das músicas foram tocadas na ocasião e mesmo sem saber direito as letras eu desfrutei muito de cada uma delas. Elegi como a música fofa do cd a que se chama " target="_blank">"Minha Menina" . A segunda queridona do cd é " target="_blank">"Boa Nova". Algum dia, após ouvir mais o cd, quem sabe voltarei aqui para editar e falar mais detalhadamente a respeito do cd inteiro?


28 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 31

Qual o livro que você leu esse ano que mais gostou? Fale sobre ele.

Falei a respeito dele aqui.


Encerro aqui o meme de um mês. Algumas perguntas eu me diverti respondendo, outras eu achei meio repetitivas, mas valeu a pena! EU consegui chegar ao final, uhul!
Ano que vem tem mais! Voltarei agora com a programação normal do blog...



27 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 30

Qual o livro que você leu esse ano que menos gostou? Fale sobre ele.

Até aqui eu não estou gostando muito da leitura do livro O Vendedor de Passados do Agualusa, mas isso ainda poderá mudar! Falei a respeito dele no início do meme, aqui.


24 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 27

 Cite um livro que você gostaria de ler mas que por algum motivo nunca leu. Por quê?



Um livro que eu ainda pretendo ler e nunca o fiz por falta de oportunidade é O Diário de Anne Frank


22 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 21, 22, 23, 24 e 25


Dia 21 - Cite 3 personagens literários favoritos. Fale sobre eles.

Diadorim, de O Grande Sertão: Veredas. Prefiro não falar a respeito, pois sem querer alguns spoillers sairiam aos montes daqui.

Emília, do Sítio do Pica Pau Amarelo. A personagem me encanta pela inteligência e ousadia, apesar de ser apenas uma boneca.

Brás Cubas, de Memórias Póstumas. A irreverência,azedume e senso de humor dele me encantam bastante.

Dia 22 – Cite 3 escritores que você gosta. Fale sobre eles.





Dia 23 - Com que frequência você lê fora de sua zona de conforto? Você costuma abrir os horizontes para novos escritores, gêneros, países quando o assunto é leitura ou você lê sempre o mesmo dos mesmos?

Sempre leio fora da minha zona de conforto, principalmente quando estou envolvida na pós graduação. Todos já passaram por isso algum dia na vida. Também sou aberta a outras literaturas, o que sempre me falta é tempo pra ler tantas coisas.

Dia 24 – Cite um livro que você achou que não iria gostar e acabou adorando. Fale sobre ele. 
O Grande Sertão: Veredas. Não falarei a respeito da história, mas da minha relação com ele que foi de abandono-retorno. Iniciei a leitura  por minha conta um tempo desses, mas abandonei porque achei difícil. Anos depois, por causa de um seminário na faculdade tive que retomar a leitura e dessa vez me apaixonei.

Dia 25 – Cite um livro que você achou que iria gostar e acabou não gostando. Fale sobre ele. 

Os Lusíadas na versão em prosa. Gostei no início, mas depois abandonei porque fiquei meio perdida e entediada durante a leitura. 

17 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 20

Cite 3 livros especiais na sua vida. 

1- A Bíblia: é o meu manual de vida.
2- O Pequeno Príncipe: filosofia pura mascarada em uma história "infantil". Muito tocante.
3- O Grande Sertão Veredas:uma travessia, um novo modo de falar a língua portuguesa, um final que surpreende e emociona. Um objeto de arte.

16 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 19

O que você acha da elitização da literatura? Você acha que realmente só é intelectualizado aquele que lê os clássicos da literatura? Que ler 1000 livros “de banca” não equivalem a 10 clássicos? O que você acha das pessoas que criticam a literatura “para a massa”, os blockbusters literários? É mesmo possível julgar o nível de intelecto de uma pessoa pelo que ela lê? Você tem algum preconceito literário?


Eu penso que todos deveriam ter acesso aos livros. Pena que é tudo tão caro (incluo aqui cinema e teatro também). Parem com essa bobagem de pensar que só é intelectual quem lê os clássicos! Leitura é leitura e cada um faz o que quiser dela, inclusive a escolha. Conheço muitos que iniciaram a vida de leitor com livros "de massa" e migraram também pra literatura clássica e o contrário também aconteceu. Quem critica esse tipo de literatura não sabe o real sentido de ler. Às vezes não dá pra julgar a pessoa pelo que ela lê, pois isso poderá mudar. Sim, eu sou totalmente preconceituosa com os livros do Paulo Coelho, mas não atiro pedras em quem lê.


15 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 18

Você costumar ler e-books? Ou prefere o bom e velho livro em papel? Por que? 

Leio de vez em quando. Atualmente mudei um pouco meu conceito a respeito das leituras através de e-books, afinal, eu quero comprar um Kindle e preciso me acostumar com a ideia, né?

14 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 17

Na sua opinião, qual é o propósito da literatura? 




 Imitar e descomplicar a vida e nos retirar um pouco da realidade caótica do mundo.

13 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 16

O que te faz largar a leitura de um livro no meio do caminho? Que defeitos imperdoáveis um livro tem que ter para você abandoná-lo?



Os principais motivos que me fazem abandonar uma leitura são os seguintes: o ritmo da narrativa (se for lento eu perco a paciência), seguido de um enredo desinteressante e tradução ruim.


12 de novembro de 2012

10 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dias 12, 13 e 14

Você prefere livros narrados em primeira ou em terceira pessoa? Na sua opinião, o tipo de narrador pode influenciar a história do livro? Fale sobre o assunto.


Esse detalhe não define a minha escolha pelo livro, mas com certeza o tipo de narrador influencia na história e isso pode envolvê-lo diretamente nela ou não. Isso nem é novidade, pois estudamos na escola durante as aulas de redação que o narrador em 3ª pessoa é o chamado "observador" e ele é alguém que conta a história de fora, como se tivesse uma câmera na mão e os fatos vão se desenrolando ali. Já o em 1ª pessoa participa diretamente da história, é mais conhecido como narrador-personagem. Tendo em vista as diferenciações, dá para deduzir que o primeiro não se envolve tanto na história quanto o segundo, que vive a mesma.




Cite um trecho de um livro que você gosta.

A LÉON WERTH
Peço perdão às crianças por dedicar este livro a uma pessoa grande.
Tenho uma desculpa séria : essa pessoa grande é o melhor amigo que possuo no mundo.
Tenho uma outra desculpa : essa pessoa grande é capaz de compreender todas as coisas, até mesmo os livros de criança.
Tenho ainda uma terceira : essa pessoa grande mora na França, e ela tem fome e frio. Ela precisa de consolo. Se todas essas desculpas não bastam, eu dedico então esse livro à criança que essa pessoa grande já foi.
Todas as pessoas grandes foram um dia crianças. (Mas poucas se lembram disso).
Corrijo, portanto, a dedicatória:
A LÉON WERTH
QUANDO ELE ERA PEQUENINO

Leia o texto integral aqui .


Você costuma frequentar bibliotecas? A biblioteca municipal? A da faculdade? Quantos livros costuma pegar? Fale um pouco sobre o assunto.




Ultimamente nenhuma biblioteca,mas quando vou geralmente é a da universidade e saio de lá com o limite permitido que se não me falha a memória são 4 livros.


8 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 11

O que faz um grande escritor? O que faz um grande livro? Quais são as qualidades essenciais em ambos, na sua opinião, para que eles estejam entre os melhores?



Pra mim o que faz um grande escritor é o estilo e o sentimento que ele imprime ao que escreve, sobretudo quando inova no que faz. Creio que um grande livro é aquele que transforma a vida de alguém, que traz algo novo, toca o coração e que faz o leitor viajar para qualquer lugar sem tirar os pés do chão. 

7 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 10

Spoilers te assustam? Fica triste quando lê algum sem aviso prévio ou não faz diferença saber detalhes essenciais da história?





Assustam um pouco. Digo isso porque durante o curso de Letras, nas disciplinas específicas sobre literatura, eu acabei "perdendo" de descobrir certos detalhes das histórias que a maioria das pessoas tiveram através da leitura normal. Quando se estuda teoria literária, geralmente os professores nos cobram análises de livros ou às vezes, durante as aulas expositivas, eles acabam falando detalhes de algumas histórias famosas. Um exemplo disso foi com o livro O Grande Sertão: Veredas, que eu fiquei sabendo da chave do romance antes mesmo de chegar ao final da leitura.
 Hoje em dia nos deparamos facilmente com spoilers na internet, pois as pessoas adquiriram o costume de ler e fazer as famosas resenhas e resumos. Pra evitar "frustrações" eu nem busco informações a respeito de livros que pretendo ler ainda.

6 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 09

O que você acha dessa “moda” de livros que acabam virando séries? É a favor? É contra? Não fede nem cheira? Diga o por quê.
                                                             


Não vejo a questão como um problema, porque isso poderá influenciar pessoas e elas provavelmente entrarão no universo da leitura devido a curiosidade gerada pelas séries. Todo mundo sabe que uma filmagem não dá conta do livro inteiro. Assim, muitos recorrerão ao livro pra saber mais detalhes da história original.

5 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 08

Cite um livro que você gostaria que nunca acabasse. Por que?
Pode ser uma série de livros? Eu não queria que a Série Cris acabasse porque eu me identificava demais com a personagem durante a minha adolescência e seria bacana acompanhá-la até a maturidade. Ainda não li a Cris nos tempos da faculdade, falam que é muito bom.


O Meme Literário de um Mês - Dia 07

Você já pensou em escrever um livro? Se sim, sobre o que seria? Fale um pouco sobre o assunto.

Nunca pensei em escrever um livro,mas já fiz isso como atividade obrigatória na escola. A experiência não foi legal, pois eu não queria escrever e o fiz por obrigação. Não faço a mínima ideia sobre o que eu escreveria  se a vontade chegasse. Sobre a minha vida, talvez. Quem sabe? ;}




4 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 06

 Um livro que todos deveriam ler pelo menos uma vez. 


Inevitavelmente, quem me conhece sabe que um livro que eu recomendo e acho que todos deveriam ler é a Bíblia. Alimenta a alma, é a minha bússola. (:
Sem mais,





3 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 05

Você costuma ler graphic novels e/ou gibis?  Gosta? Não gosta? Tem algum que seja o favorito? Fale sobre isso.

Li poucos graphic novels e os gibis sempre me acompanharam a vida inteira. Adoro, me divirto muito lendo gibis e até bateu saudade de fazer isso. Os meus preferidos são os da Turma da Mônica, mas também curto bastante os quadrinhos Disney. Já falei aqui em outras postagens que os quadrinhos tiveram um papel fundamental em minha alfabetização. Aprendi a ler com eles, como não gostar?



2 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dias 03 e 04


Como você escolhe seus livros? Por autor? Por assunto? Pela sinopse? Por uma indicação? Fale sobre isso.Você costuma ler certo livro só porque ele está em voga? Você é do tipo que lê o que todo mundo está lendo só para estar na “moda” ou segue o seu próprio estilo de leitura?



Costumo dizer que não sou eu quem escolho os livros e sim eles que me escolhem. Assim, tanto faz o autor, a sinopse ou a indicação, tudo isso pode vir junto com ele.
Não me sinto na obrigação de ler qualquer livro que seja pelo simples motivo de estar na moda. Se eu tiver vontade e curiosidade, farei, se não, deixo pra lá. Quando penso em livros que estão em alta me sinto um pouco deslocada na multidão, pois todos só falam sobre isso e eu fico voando nas conversas, blogs e etc. A mesma sensação eu tenho sobre séries, mas isso eu já meio que resolvi: quando tô afim, baixo tudo de uma  vez e assisto, mesmo que a febre já tenha passado. Leitura é diversão, sabor, viagem. Transformar isso em um peso tira todo o sentido dela.

1 de novembro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 02

Qual foi o último livro que leu e qual é o próximo livro que lerá? Fale um pouco sobre eles.



Minhas duas últimas leituras (sim, foram simultâneas) foram Memórias Póstumas de Brás Cubas e A Vida e as Opiniões do Cavalheiro Tristram Shandy. A razão da leitura conjugada é simples: o segundo livro inspirou (ao menos no estilo) o primeiro. Participei de um curso do mestrado como aluna especial e tive a oportunidade de estudá-los um pouco na ocasião. Memórias Póstumas é uma narrativa incomum dado o fato de seu autor ser um defunto; dizer que é uma obra prima de Machado de Assis ou que o livro é parte da literatura universal seria pouco. Sabe-se que para escrever a história, Machado pegou emprestada a forma shandyana que Laurence Sterne em A Vida e as Opiniões do Cavalheiro. No segundo livro mencionado,  Laurence conta (ou tenta fazê-lo quando o narrador e suas digressões permitem), com boas doses de humor requintado a vida do cavalheiro. A experiência de leitura de ambos é marcante e vale a pena, ainda  mais quando se sabe quem foi a fonte de quem. Recomendo!



O próximo livro que pretendo ler é o famoso, polêmico e que em breve será exibido na telona, o 50 Tons de Cinza (e volumes posteriores). Do livro eu só sei que é de natureza erótica e que deu muito o que falar. Estou bastante curiosa a respeito e não li nada a respeito dele para não contaminar minha breve leitura.



31 de outubro de 2012

O Meme Literário de um Mês - Dia 01

 Que livro você está lendo? Sobre o que é? Onde você está? Você está gostando?


Estou lendo um livro chamado O Vendedor de Passados, do escritor angolano Agualusa. Ainda é difícil  explicar sobre o que trata o livro, mas digamos que ele trata bastante a respeito da memória (não é à toa que farão um filme sobre ele e costumam falar que a história é similar ao enredo de Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças. Minha leitura está um pouco lenta, ainda estou no 2º capítulo porque decidi ler um por dia.
No momento estou achando ele meio estranho, mas torço que comece a ficar empolgante a leitura.


28 de outubro de 2012

Às vezes eu queria morar fora de mim...



Pra onde fugir das (boas) lembranças que (paradoxalmente) motivam a chuva que escorre pelos olhos?
A solução (impossível e improvável, ou uma, ou outra, ou ambas) seria morar fora de mim.
Como não posso fazê-lo, fica tudo assim.
Se as tempestades naturais passam e se transformam  em bonança, por que não as interiores, aquelas da alma?

5 de junho de 2012

Assassinei o "Soneto de Fidelidade". Perdão, Vinícius de Moraes...




SONETO DA REVISÃO TEXTUAL

De tudo ao texto dos outros serei atenta.
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto 
Que mesmo em face ao maior erro
não terei desencanto, ainda que dê risada do meu sofrimento.

Quero lê-lo em cada vão momento
E em seu lapidar espalhar minha revisão
E rir seu riso e derramar seu pranto
Ao seu pontuar ou seu descabimento.

E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe o autor, angústia de quem revisa
Quem sabe a reescrita, fim de quem revisa

Eu possa me dizer dos textos (que li):
Que não seja imortal, posto que é "cilada, Bino!"
Mas que seja infinito enquanto corrigido.

28 de março de 2012

Ao revisor, com carinho




Comemoramos hoje o dia de um profissional importantíssimo para a linguagem escrita em geral: o revisor.
Suar, correr para cumprir prazos apertados, essa é a vida que nós enfrentamos. A nossa função transita em investigar textos, remendar, acarinhar, clarear ideias, organizar a dança das palavras.
Na calçada da fama, encontramos os nomes de Machado de Assis e Monteiro Lobato que também desempenharam a função. Conta-se que Monteiro dizia que os erros ou falhas se escondem durante o processo de confecção do livro. "Depois de tudo já produzido, o erro aparece na primeira página aberta, como um 'saci', pulando e debochando do revisor."

Encerro o post de hoje com uma gostosura repleta de sabor de bobice e diversão:


Soneto do revisor (pobre)

Empunha uma caneta em cada mão!
Rupestre tal ofício: corrigir
os erros de quem erra ao se exprimir
com verbo, fraseado, conjunção.
Parece reescrever co’a gasta mão
os textos, numa lida qual faquir,
de novo preparado a redigir
correndo pra entregar na data então.
“Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!”
Em busca de sua paga pro aluguel.
Receio de verdade é ir pra rua.
Os olhos castigados por cinzel
pontudo da chatice da leitura
dos textos editados a granel…

Fernando Cardoso

Fontes: cadeorevisor , sobreisso.com , 


18 de março de 2012

Um poeta perdoado





Evangelho em prosa poética,  simplicidade e precisão, melodias que tocam fundo o coração e provocam mudança de vida. A tarefa de definir as músicas do Stênio Marcius é muito difícil, pois ele é para mim um dos maiores poetas da música cristã da atualidade. Autor de mais de 300 composições (algumas gravadas por outros cantores, entre eles João Alexandre), cada música é uma obra de arte. Enquanto escrevo o post, muitas de suas canções ecoam na minha cabeça e não teria como falar detalhadamente de todas que conheço, mas farei pelo menos com as que mais me tocam no momento, pois vez que as ouço  ocorre uma nova epifania que acaba me fazendo repetir infinitamente aquela determinada música. Ele já tem quatro CDs lançados: “O Tapeceiro”, “Estima”, “Canções à Meia Noite” e “A Beleza do Rei”.
A que mais aprecio chama-se Alguém Como Eu. Essa música me toca muito, pois nos faz refletir a respeito da humanidade de Cristo enquanto esteve aqui na terra. Já parou para pensar que ele sentiu as mesmas necessidades que nós? Já imaginou sobre o que o nosso Mestre sonhava ao dormir, especialmente naquele momento da tempestade em que Ele se encontrava com os discípulos? Sonhava Ele como homem ou como Deus? A seguir um vídeo que encontrei em que é possível ouvir a música acompanhado pela legenda:




Eu poderia separar as músicas do Stênio em duas categorias: as poéticas  e as poéticas em prosa, pois contam histórias de personagens bíblicos.Quanto às primeiras, destaco É n'Ele, O Senhor do Tempo, Lírios e Pardais, Acordo ( que faz referência ao Salmo 42), O Tapeceiro (que ficou bastante conhecida na voz de João Alexandre), E Se (baseada no capítulo 3 do livro de Habacuque), Muralhas, Uma Coisa Peço, entre outras.
Das músicas que retratam histórias de personagens bíblicos, destaco Velha Amizade, uma belíssima canção que conta a história do aleijado que com a ajuda dos amigos desceu através de um buraco aberto pelos amigos no telhado, pois era impossível entrar pela porta enquanto Jesus ensinava lá dentro da casa (Lucas 5: 17-26). Vejam como a história ganha vida na música e como é possível visualizar as ações:


Era um aleijado, mas que não viva só
Tinha 4 amigos
4 corações repletos de bondade e fé
Esperança à vista
4 cordas cada uma numa ponta de uma cama
Um buraco aberto num telhado
Muita sincronia equilibrio e pontaria
4 homens que não sabem o que é
Desistir, duvidar

Desce aquela cama bem no meio do lugar
Onde estava Cristo
O que é mais difícil? Quem irá me responder?
Perdoar ou curar?
Sai andando o aleijado carregando o seu leito
Como é livre alguem que é perdoado
No telhado 4 homens abraçados, lágrimas e risos
Me responda o que é difícil pra Deus operar

Olhas os 5 amigos até parecem com os guris do lugar
Sobe na figueira, pula ribanceira, banho de cachoeira com lama e poeira
Travessuras mil pra fazer
Como foi há tempos atrás
Chega de sofrer, chega de lembrar, bobo é quem por último chegar.

Outra música dessa categoria chama-se O Amigo da Festa, na qual a história do primeiro milagre de Jesus é contada com detalhes que embelezam ainda mais o relato bíblico. Essa eu também faço questão de colocar a letra para que vocês possam saboreá-la:


Dia de festa, dança e sorriso
Hoje vai ter casamento bonito
Jesus também foi convidado
Vai muito bem arrumado
Leva presente com alegria
Feito na carpintaria

A decoração está uma beleza
Muita delícia e fartura na mesa
O noivo está emocionado
Parece tão deslumbrado
Nunca se viu noiva tão bela
De branco está mais singela

Mas de repente o que aconteceu
Quase ninguém percebeu
O pai da menina, desesperado
Leva a mão no rosto, semblante pesado
Olhou para a filha dançando risonha
Pensou no vexame, tristeza e vergonha
O vinho acabou; coitados Senhor
Será que o sorriso
Será que os sonhos
Será que esta festa tão linda acabou?

Jesus, o amigo dos noivos;
Jesus, o amigo dos sonhos;
Jesus, o amigo da festa,
O amigo da vida estava ali
Mandou encher as talhas com água
E ao servir as taças a água mudara
No vinho mais raro que alguém já provara
Não parem a música
O amigo da festa mandou.

Ainda sobre as que contam histórias, destaco: Estima (que fala sobre a ovelha perdida), A Capa e o Mestre (que fala lindamente sobre a cura do cego de Jericó Lucas 18: 35- 43) e Fim de Tarde no Portão baseada na parábola do Filho Pródigo.
Como falei no início do post, seria muito complicado falar sobre cada uma das músicas dos cds gravados pelo Stênio. Para adquirir os cds, basta enviar uma mensagem para a esposa dele, a simpatissísima Selma, através do e-mail: sdeoliveiranogueira@gmail.com e combinar os detalhes com ela.
Fica aqui a recomendação do trabalho desse poeta que tanto abençoa a vida de todos nós com boa música, um saboroso alimento espiritual.
 Stênio, obrigado pela música!





Obrigado Pela Música
Stênio Március


Obrigado pela música, melhor sofrer perto dos sons
Do que celebrar calado, silêncio é nobre mas vazio.
Obrigado pela música, suavizou os temporais
Tornou os dias leves e redobrou as alegrias.
Obrigado pela música,
Nela a alma pode saciar
Esta sede que só vai parar
Se eu te adoro, ó Deus com música.
Obrigado pela música, não me deixou perdido e só
E até os desencontros, foi colo certo e ombro amigo
Obrigado pela música, que me ajudou a amar demais
Nos berços e varandas, os filhos embalei e as esperanças.
Obrigado pela música,
Nela a alma pode saciar
Esta sede que só vai parar
Se eu te adoro, ó Deus com música.


14 de março de 2012

14 de março.

Hoje é o dia da poesia. Deixo para os meus queridos leitores um dos poemas da Cecília Meireles que eu mais gosto.
Bom apetite!  (:












Timidez 

Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve...

- mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes...

- palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

- que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando...

e um dia me acabarei.

10 de janeiro de 2012

Puzzle

"Meu nome é Temple Grandin.Eu não sou como as outras pessoas.Penso com imagens e as conecto."












"Não podemos conhecer nada de exterior a nós próprios que nos supere (...) o universo é o espelho em que podemos contemplar apenas o que aprendemos a conhecer em nós." (Ítalo Calvino em Palomar)





*Sobre as imagens, exceto a do cartaz do filme: exposição "O mágico mundo de Escher" que estive presente em 2011 no RJ no CCBB. Ao ver o filme da Temple, automaticamente lembrei da entrada da exposição do Escher que tratava sobre perspectiva.

Good People (Spoiller Alert!), de David Foster Wallace

Leia o texto a seguir e somente após ter feito isso, volte e leia a análise: GOOD PEOPLE Two young Christians and an unwanted pregna...

•top sabores•